Programação

Abr
6
Qua
2016
Clube de Leitura, na Espaço
Abr 6@18:00_19:00
Clube de Leitura: “As ilhas Desconhecidas” de Raul Brandão –  Dinamizado por Helena Abreu.
Abr
14
Qui
2016
Clube de Leitores​ na Bulhosa Entrecampos
Abr 14@18:00_19:00
Livro “Esse Cabelo”, da Teorema.
 
Com a presença da autora: Djaimilia Pereira de Almeida
 
Moderação: Paula Reis
 
Entrada livre
9789724750385
Abr
19
Ter
2016
Clube de Leitura​​​​ na Bulhosa Amoreiras
Abr 19@18:30_19:30
Livro “Os Navios da Noite”, da Dom Quixote.
Com a presença do autor, João de Melo
Moderação: Olga Marques
Entrada livre
9789722059299
Abr
20
Qua
2016
Clube de Leitura na Espaço
Abr 20@18:00_19:00
Clube de Leitura :”Os papéis do Inglês” de Ruy Duarte Carvalho – dinamizado por Helena Abreu.
Adultos, mediante inscrição.
Abr
19
Qua
2017
Clube de Leitura – Livraria Espaço @ Livraria Espaço
Abr 19@18:00_19:00

Dinamizado por Helena Abreu, “O Guardião de Livros”, com a presença da autora Cristina Norton – Livros d´Hoje.

Mar
28
Qui
2019
Clube de Leituria – O Lobo das Estepes, de Hermann Hesse
Mar 28@18:30_20:00

Em Março, o Clube de Leituria aborda o livro de Hermann Hesse «O lobo das estepes».
No Café Espuma dos Dias, Rua José Estêvão 2A.

A frequência do Clube é gratuita e não requer inscrição prévia.

Abr
10
Qua
2019
Clube de Leitura da Espaço – CLE
Abr 10@18:00_19:00

Concepção e organização de Helena Abreu, hoje, com a participação do actor Luís de Lima Barreto.

O nosso convidado escolheu o livro: “O Estrangeiro”, de Albert Camus, editado pelos Livros do Brasil.

Abr
15
Seg
2019
Clube de Leitura – Livraria Bertrand Chiado
Abr 15@18:30_19:30

Em abril, voltamos a nossa atenção para Maria Judite de Carvalho (1921-1998). Escritora portuguesa, unanimemente considerada uma das vozes femininas mais importantes da literatura nacional do século XX. A sua obra foi agora objecto de novas edições.

É autora de contos, novelas, crónicas, assim como de uma peça de teatro e de um livro de poesia. Trabalhou nos periódicos Diário de Lisboa, Diário Popular, Diário de Notícias e O Jornal. Foi casada com Urbano Tavares Rodrigues e viveu em França e na Bélgica entre 1949 e 1955, ainda antes da sua estreia literária. O resto dos seus anos, passou-os na capital portuguesa.

«Flor discreta» da nossa literatura, como lhe chamou Agustina Bessa-Luís, a obra de Maria Judite de Carvalho foi várias vezes galardoada, destacando-se o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco, o Prémio da Crítica da Associação Portuguesa de Críticos Literários, o Prémio P.E.N. Clube Português de Novelística e o Prémio Vergílio Ferreira.